João Adolfo Guerreiro

Descobrindo a verdade/ sem medo de viver/ A liberdade de escolha/ é a fé que faz crescer.

Meu Diário
07/10/2020 22h05
Segunda live que a Rosilane participa

Hoje ela fez outra para a Paula, dessa vez com a Deise Peixoto, que foi minha colega de pós no IFSul em 2012. Fiz duas disciplinas na turma dela e depois completei em 2013 na minha turma.

Foi legal, falaram sobre crianças e aprendizagem.


Publicado por João Adolfo Guerreiro em 07/10/2020 às 22h05
 
07/10/2020 21h42
Nilson Lara

Hoje fiquei sabendo que o meu vizinho que faleceu ontem foi o Nilson, cara legal e gente fina do qual eu gostava muito, me dava tri bem com ele. Ele trabalhou um bom tempo no Taxi do Celito, que eu uso há anos. Ele colocava uns pendrives com canções antigas dos anos 1960 e 70, e a gente ouvia e falava sobre. Uma vez ficamos uma meia hora andando pela cidade, ouvindo uns sons, eu fui lá na Colônia rever a vila onde nasci. Depois fomos para as Pedrinhas, na beira do rio, e ficamos lá, ouvindo som e conversando.

Bah, sinto saber que tu se foi, NilSom, o taxista mais musical de Charqueadas. Deus te receba em sua infinita misericórdia.

Já tinha falado sobre ele aqui numa postagem dia 9 de maio: https://souzaguerreiro.com/blog.php?idb=57882


Publicado por João Adolfo Guerreiro em 07/10/2020 às 21h42
 
06/10/2020 23h40
Cartas de João

Bacana a primeira carta de João, o apóstolo. Mais curta que as de Paulo, mas vai direto ao ponto, faz uma síntese do que interessa de forma clara.


Publicado por João Adolfo Guerreiro em 06/10/2020 às 23h40
 
06/10/2020 23h35
Tio Sérgio

Pois eu falava na postagem anterior dele e acabamos de saber por sua filha, a Jaqueline, e a Sílvia, sua companheira, que o resultado do exame de tomografia dele deu que 70% do cérebro está comprometido, sendo o motivo dele permanecer inconsciente. O médico mandou se apegar a Deus para que ele acorde, disseram elas. Que lástima, isso. Um cara muito legal, o irmão do meu sogro, gosto dele.


Publicado por João Adolfo Guerreiro em 06/10/2020 às 23h35
 
06/10/2020 16h06
200 dias de isolamento social

A Rosilane não dá muita bola para essas datas, considera-as um fardo, acho. Eu as comemoro, são uma conquista, na minha opinião, agradeço a Deus por esses duzentos dias de resistência pela vida, quanto tantos já perderam a sua. Fiz até uma poesia para marcar a data e publiquei aqui e no Portal de Notícias (https://www.recantodasletras.com.br/poesias/7081011).

Essa imagem acima eu coloquei hoje no avatar do meu Face, a de baixo é de mim no início da pandemia, final de março, início de abril. A última sou eu agora, de cabelo cortado baixo e barba feita, para a entrada da primavera, descartando o visual de inverno - estou mais feio do que o normal, a Rosilane cortou muito baixo o cabelo, pois não estamos acostumados com a máquina que a Manuela, esposa do Pedro, gentilmente nos emprestou - bem legal essa guria, gosto dela -. Agora é esperar ele crescer para os meus cachos retornarem.

"Muito obrigado meu Deus por esses 200 dias de vida, em cada um deles contemplando o epetáculo da criação divina, aprendendo e evoluindo. Obrigado pela saúde, pela paz e pelo amor compartilhados em minha casa. Peço amparo e proteção para todos os que nesse momento estão nos hospitais lutando pela saúde e pela vida e também aos profissionais que lá estão, arriscando sua saúde e sua vida e a de seus familiares, a fim de fazer o seu trabalho, salvando vidas. Pedimos especialmente pelo nosso querido Sérgio Paulo Faleiro da Rocha, hospitalizado na UTI em Charqueadas, e pelo amigo Sérgio Uchasky,, recentemente operado, ambos com problemas cardícacos. Que as autoridades tenham discernimento para adotar as medidas de contenção à pandemia necessárias, tendo por prioridade a vida humana e a proteção das pessoas dos grupos de risco: os velhos, os portadores de doenças crônicas e autoimunes e, sobretudo, os pobres. Que assim seja."

SÉRGIOS, O ROCHA E O UCHASKY - O tio da minha esposa, Sérgio Rocha, teve uma parada cardíaca e está no hospital de Charqueadas há 7 dias. Está com 71 anos. Meu sogro, seu Pedro, 75, está triste por seu irmão mais próximo, parceiro diário de pescaria e conversas, estar em tal situação. Ainda não despertou. Sérgio Uchasky, livreiro de longa data, que me indicou a compra da Bíblia de Jerusalém, fez um operação cardíaca complicada recentemente. Soube pelo Face do Diácono Jerônimo. Foi bem na época que o padre Miguel adoeceu.

HOJE - O Júlio, veterinário, veio vacinar as gatas. Fiquei sabendo de duas novidades de minha rua: primeiro, confirmei que o pessoal da agropecuária perto de minha casa - dos quais compro via tele-entrega - pegou Covid-19; segundo, de que um vizinho mais pro fim da minha rua cometeu suicídio. Muita coisa tem acontecido, mas eu não tenho escrito muito aqui, pois nada é fora da rotina dessa vida de isolamento social. A situação é bem menos dramática e o isolamento muito menor, mas agora dá para ter uma ideia do que era o esconderijo de Anne Frank.


Publicado por João Adolfo Guerreiro em 06/10/2020 às 16h06



Página 1 de 127 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [próxima»]

Site do Escritor criado por Recanto das Letras