João Adolfo Guerreiro
Descobrindo a verdade/ sem medo de viver/ A liberdade de escolha/ é a fé que faz crescer.
Capa Meu Diário Textos Áudios Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Meu Diário
29/07/2021 18h59
14 anos do Botafogo

Hoje o véio do véio faz 14 anos. Amado. "O cachorrinho do papai é o Botafogo, é o Botafogo, é o Botafogo". Essa foto é de uns anos atrás, mas é a mais legal que eu tenho dele, foi tirada pela Joana.

PS - Adendo à posteriori: As de baixo, tiradas hoje, 30 de julho, pela Rosilane.

Publicado por João Adolfo Guerreiro
em 29/07/2021 às 18h59
 
28/07/2021 05h38
Mãe estabilizada

Eu com a mãe ontem à tarde, por volta das 16h, em fotografia da Rosilane. Bom ver a dona Ivone de Souza Guerreiro estabilizada, interagindo. Maravilhoso o trabalho da minha irmã. Por falar nisso, fui na casa da Maria Emília ontem, após um ano e quatro meses. Linda a reforma que ela fez, tá muito legal a casa dela.

Cheguei ontem na casa da mãe e estava a Àngela Medianeira lá, visitando-a. Na Emília, estavam a sogra dela, dona Iolanda, e a cunhada Dinara com o filho Lucas, Foram lá ver a mãe. Dona Iolanda voltou emocionada.

A Joana apresenta reação forte da vacina. Tudo ok, graças a Deus, à ciência e o SUS.

Publicado por João Adolfo Guerreiro
em 28/07/2021 às 05h38
 
26/07/2021 22h11
Joana e Mãe vacinadas

A Joana tomou hoje às 16h50min a PFizer, em segunda dose, no Posto Central, perto da garagem do Vitória. Ufa!!!

A cuidadora disse que o pessoal foi dar hoje a segunda dose na mãe, que voltou do hospital quarta passada, após meses. De todos os dias que fui ver a mãe à tarde, desde quinta, hoje foi o que achei ela melhor.

Disseram pra Joana que o Jessé pode se vacinar na segunda dose quando quiser, ele é AstraZeneca.

 

Publicado por João Adolfo Guerreiro
em 26/07/2021 às 22h11
 
22/07/2021 23h02
Vi a mãe

Mãe em casa. Fomos lá às 15h vermos ela, eu, a Rosilane e a Joana. Mãe está muito frágil, mas bah.

Foto. Na churrascaria que nem existe mais, na entrada de Charqueadas, do uruguaio (terça, 3 de setembro de 2019, 12h29min)

Publicado por João Adolfo Guerreiro
em 22/07/2021 às 23h02
 
21/07/2021 19h20
Segunda dose tomada, hoje!

Chamei o táxi do Celito e, às 10h30min, fui com a Rosi na PMEC tomar a segunda dose. Em quase 500 dias, foi a segunda vez que saí de casa: a outra fora dia 5 de maio, tomar a primeira dose, no mesmo local. Deixei-os esperando lá na frente, junto a entrada da Delegacia Penitenciária. Vi o Rodrigo Borrego e o Ronaldo Bombadão no Portão e conversei brevemente com eles.

Fui no Pórtico, meu posto. Por acaso era o primeiro dia de visitas na PMEC depois que iniciou a pandemia. Entrei, estavam o Sandro Viana e o Celmar Saraiva lá. Reparei que o quadro do Guedes e o boneco "seu Guedes" permaneciam no local. Conversei um tempo com eles e fui pro administrativo. Passei pela Sala de Revistas e cumprimentei a Elenice e a Cláudia. Cumprimentei o Alex na aprovisionadoria. Vi o Paulo Odir e troquei umas ideias com ele. Soube que o Gavião está se aposentando. Legal. Conversei também com a Daiane no Pessoal e dei um alô pra Karen Regina do SETEC. Chegou a Liziane e fui com ela pro Apoio, vacinar-me na Enfermaria. Pelo caminho, cumprimentei a psicóloga Rosane e o AP Valdic Quinteiro.

Chegamos lá e estavam o Cassol e o Lopes no Apoio. Legal. A enfermeira que aplicou a segunda dose da OXFORD ASTRAZENECA FIOCRUZ foi a Pâmela. A primeira foi a Pauline, em maio. Duas enfermeiras PA me imunizaram, eh eh eh eh. A Liziane, assim como na primeira dose, bateu a foto pra mim. Muito legal ela. Ao sair conversei por um tempo na frente do apoio com o dentista Ronaldo e com o enfermeiro Márcio (irmão do Reges Lee, que faleceu de covid). 

Vim sozinho e, ao passar pela frente do Administrativo, estavam lá o Odir, o Alex, o Valdic e o Ticiano Jobim. Conversei mais um pouco com eles. Na passada pela Sala de Revista, vi a Cláudia fumando na frente e bati um papinho com ela também. Passei pelo Pórtico, dei tchau pro Sandro e pro Celmar e fui pro táxi. Ver todo esse pessoal lá da PMEC me fez sentir a vida normal fluir, muito legal.

Passamos na Colônia para ver as casas onde nasci e morei. Recordei de muitas coisas, sempre é bom ir lá. Fomos lá no pai. Entrei pela primeira vez desde o início da pandemia em casa. A MÃE ESTÁ VINDO HOJE DO HOSPITAL, a Emília (minha irmã) foi buscá-la. Fiquei emocionado. Na saída, vi o Thiago (sobrinho) e o Gilmar (cunhado). Fomos depois lá na casa da sogra da Joana, onde ela está morando. A Joana e o Jessé vieram nos receber, o seu Sérgio ficou na porta. Simpático, ele. A dona Cleusa estava dentro de casa, recém operada da perna. Por fim, passamos no Pedrinho. Ele, a Manuela e o Artur não esperavam ver a gente lá, boa surpresa. Tá muito legal a casa deles. O gato é muito dado, gostei do bicho. O cão Madruga está grande e o Piter muito bem.

Pedi pro seu Celito nos deixar na rodoviária. Passei na lancheria, dei um alô pra dona Idelvira após 500 dias e comprei umas coisas pro almoço. Viemos andando pelo centro, eu olhando tudo o que que há 500 dias não via. Caminhar de novo por ali foi algo muito diferente. Daqui uns 15 dias vai virar rotina.

Voltei pra casa vacinado. Amanhã, se não tiver reação da vacina, vou ver a mãe.

Publicado por João Adolfo Guerreiro
em 21/07/2021 às 19h20
Página 1 de 139
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 »