João Adolfo Guerreiro

Descobrindo a verdade/ sem medo de viver/ A liberdade de escolha/ é a fé que faz crescer.

Textos


"Terra em transe"

“Terra em transe”, terra inóspita: Brasil 2014/2016! Glauber vive, atualíssimo. A história se repete (como farsa), já escrevi aqui na semana passada, citando Marx. Citação mais anacrônica (?) e démodé impossível, assim como o anticomunismo made in anos 1950/60 à solta. Até Obama e os Stones já foram pra Cuba! Se liguem, gente! Lula governou com o megaempresário José Alencar de vice e Dilma com Michel Temer! Quem pode ser comunista agindo assim? Até o PCdoB ganha $ de empresários nas doações de campanha!

“Terra em transe”, terra inóspita: uma “fiel” agride o cardeal de São Paulo numa missa em plena Semana Santa. “Comunista” – bradou. “Está todo mundo louco”, como cantou o Sílvio Brito nos anos 1970? Enquanto a revista IstoÉ compara a presidente Dilma Rousseff com “Maria, a Louca”, com capa produzida com base numa foto da mesma gritando gol num jogo da seleção, a signatária do pedido de impeachment, advogada e doutora em Direito Penal Janaína Paschoal, vira meme do Iron Maiden nas redes sociais, após proferir um discurso, digamos, muito louco, na USP.

‘Terra em transe”, terra inóspita: uma médica não quer atender o filho da “petralha petista” e o vídeo “Delação”, do canal do youtube Porta dos Fundos, causa polêmica ao falar dos “coxinhas” da PF e do PSDB. Imaginem se os brigadianos deixarem de atender ocorrências que envolvam pessoas que votaram no Sartori ? “Ah, um colega que votou nele que atenda?” E se as professoras forem pelo mesmo caminho? “Só os filhos de quem não votou no Sartori terão ensino integral; os demais, o terão parcelados!” E os vídeos “Reunião de Emergência I e II” do Porta dos Fundos, sobre reuniões ministeriais no Palácio do Planalto, ironizando a corrupção no governo, porque não geraram polêmica? Só pode fazer humor debochando da esquerda? Os filhos dos petistas já nascem marcados com o “pecado original” dos pais?

Isso vem de longe. São comportamentos proto-fascistas, sementinhas do mal totalitário. Duvidam? Olhem qualquer documentário sobre os primeiros anos do nazismo na Alemanha, como tudo nasceu lá. Tem similaridade com o que está acontecendo por aqui hoje em dia, guardadas as devidas proporções por ser um outro momento histórico e sociológico. A “cultura do ódio” atual é a mesma daqueles tempos de intolerância, eis o grande ponto em comum. Querem um exemplo?

Dou: uma postagem que seguido se vê no Facebook: “Há coisa pior que um governo corrupto? Sim, o cidadão que o defende”. Totalitarismo puro! Demoniza as pessoas e causa efeitos claros no cotidiano. A médica e o Simers, junto com alguns colunistas da grande mídia que também deram guarida a insensatez cidadã e profissional dela, estão aí para dar mostra cabal do que escrevo. Os brigadianos e as professoras, repito, podem concordar e dizer: “O que é pior que um governo que não paga em dia?” Intolerância. Terra em transe, terra inóspita!

Poderia citar aqui o que aconteceu em frente da casa da ex-governadora Yeda Crusius, quando foi impedida de sair com seus netos por um protesto contra seu governo. Poderia citar o que ocorreu em frente da casa do prefeito de Charqueadas Davi Gilmar durante uma manifestação contra a taxa do lixo. “Fascistas de direita, fascistas de esquerda”, como cantou a banda Engenheiros do Hawaii em Tribos e Tribunais. Quando as pessoas, em sua intimidade, são o alvo direto da divergência política, estamos numa prática de inspiração totalitária, não duvidem. Hannah Arendt, em Origens do Totalitarismo, escreveu lucidamente sobre isso. Até Hitler, em Minha Luta, deu a morta. E depois, de fato, matou mesmo! E citar Arendt e Hitler é também anacrônico (?) e démodé...

“Terra em transe”, terra inóspita. Termino citando Os Replicantes: “Seja punk, mas não seja burro”; e Bertrand Russel (outro démodé): “O amor é sábio; o ódio é tolo.” As pessoas não capinam o ódio que sentem, cultivam-no. E o ódio é uma erva daninha, que “gera uma espiral infinita” (Gandhi).


Cena do filme "Terra em transe", de Glauber Rocha.


Artigo publicado na seção de Opinião do Jornal Portal de Notícias, versões online e impressahttp://www.portaldenoticias.com.br
João Adolfo Guerreiro
Enviado por João Adolfo Guerreiro em 07/04/2016
Alterado em 07/04/2016


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras