João Adolfo Guerreiro

Descobrindo a verdade/ sem medo de viver/ A liberdade de escolha/ é a fé que faz crescer.

Textos


Fotos do Baile da Gincana 2010

Gincana de
Charqueadas

Charqueadas tem três eventos que mobilizam a cidade: o Carnaval em fevereiro, o Rodeio no início de março e a Gincana no final de março, em comemoração ao aniversário do município, que é dia 28.

A Gincana tem dois finais de semana com atividades de porte: o do Baile da Gincana (Rei, Rainha e Apresentação) e o Desfile da Gincana, que mobiliza toda a comunidades local, sendo o evento mais abrangente da cidade, sem dúvida alguma, com grande participação da juventude e dos produtores culturais locais.

Comecei a participar da Gincana na minha juventude, em 1991, na saudosa Equipe Expressarte, campeã da gincana em 1992. Em 1993, com a extinção da equipe devido a uma polêmica com a organização da gincana em função de uma tarefa de uma corrida de carrinhos de lomba categoria feminina (uma celeuma, com pessoas da equipe cercando a prefeitura e tal), deixei de participar.
Em 2003, participei da equipe Stress, que foi organizada por um ex-integrante da Expressarte,o Amauri "Baí" Cairuga. A equipe só durou aquela gincana, mas foi uma experiência legal.
No ano passado entrei no GR, até porque eles ajudaram o Stress em 2003 (o GR boicotou oficialmente aquela gincana por divergências com a organizaçao - dá pra perceber que a gincana de Charqueadas é bem polêmica né).

Em 2010, apenas três equipes disputam a 24ª Gincana: Grupo de Risco (GR - criada em 1988), Só Pra Nós (SPN - 1995) e Tamo Nessa Por Cerveja (TNC - 1987). Mas nem sempre foi assim...

Histórico


Transecrevo o que está no site Gincanomania.blospot.com, citando como fonte a Equipe SPN:

"Iniciada em 1987, com a iniciativa do então prefeito Anápio Ferreira, sob a coordenação do Departamento de Desporto e Cultura da Prefeitura e com a parceria do setor de lazer do SESI, órgãos que mantiveram vivo o evento, a primeira edição teve como objetivo principal o lançamento da campanha Ano Municipal do Menor Carente, além de comemorar o aniversário de emancipação política do município, desde então a Gincana de Charqueadas vem crescendo a cada ano, a cada geração, em termos de público, de organização e criatividade no desenvolvimento, realização e criação das tarefas.

Já participaram da Gincana de Charqueadas, as equipes: ABC, Má-sã, TNC, Bandeira Branca, Equipechar, Mate Amargo, Eki-san-roque, Israel, Karikatus xit, Brotinhos, Grupo de Risco, Tropicália Brás, Tropicália, Expressarte, Equimotos, Manufatura, SÓ PRA NÓS, Energia e Stress.

Hoje, permanecem as equipes TNC, Grupo de Risco e SÓ PRA NÓS, que abrangem uma média de 500 componentes, entre inscritos e colaboradores, envolvendo, também, toda a população charqueadense e região metropolitana durante a organização, realização, apresentação e julgamento das tarefas
."

As tarefas desenvolvidas durante a Gincana de Charqueadas abrangem os mais diversos assuntos sócio-recreativo-culturais.

"Despertando a curiosidade, desenvolvendo o espírito crítico, competitivo e criativo de cada um, a maioria das tarefas são elaboradas em forma de enigmas, aumentando cada vez mais o nível de dificuldades, causando uma expectativa maior entre os participantes.

As tarefas de escolha de Rei e Rainha da gincana que acontecem durante a realização de um grandioso baile, onde também se destaca a melhor torcida e o melhor show (momento em que cada equipe apresenta no palco o seu tema), é muito aguardado pelos participantes, pela população charqueadense e municípios vizinhos que já conhecem o sucesso do evento. Esta é a única ocasião em que é cobrado ingresso do público, pois este valor é rateado entre as equipes para ajuda de custo.

As equipes também realizam um desfile de rua, realizado a noite no centro da cidade, dando um show de criatividade, beleza, brilho, originalidade e empolgação. O desfile da gincana é considerado atualmente melhor e maior do que qualquer desfile de carnaval da região e que conta com um público de aproximadamente 15 mil pessoas.

As equipes realizam tarefas de curiosidades e tarefas esportivas durante um final de semana, 24 horas por dia.

E por fim encerram a gincana com um dia de tarefas artísticas, sobre aspectos do município e atualidades, realizadas ao ar livre, gratuitamente para a comunidade charqueadense, aglomerando um público superior a 10 mil pessoas.

Durante a gincana uma equipe gasta entre 12 e 14 mil reais, para poder realizar todas as tarefas, sendo que as de maior custo são aquelas apresentadas gratuitamente ao público de charqueadas
."

Até o início da atual administração a gincana era organizada por uma equipe de funcionários da Secretaria Municipal de Cultura, coordenada pelo funcionário João "Turbina" de Paula, uma figura importante na consolidação do evento em nossa comunidade.

Equipes campeãs da Gincana:

1987 - Equipe ABC
1988 - Equipe
1989 - TNC
1990 - TNC
1991 - TNC

1992 - Expressarte
1993 - TNC
1994 - TNC
1995 - TNC

1996 - TNC

1997 - GR
1998 - TNC
1999 - SPN
2000 - GR
2001 - TNC
2002 - SPN
2003 - TNC
2004 - TNC

2005 - SPN
2006 - TNC
2007 - SPN
2008 - SPN
2009 - SPN

2010 - TNC

Sobre a XXIV Gincana

Transcrevo aqui um comentário lúcido e pertinente que o artista plástico, ex-secretário da Cultura de Charqueadas e membro fundador da Equipe TNC Manoel Henrique Paulo fez sobre a Gincana de 2010 no site da RachaCuca, organizadora do evento nessa edição:

 " Manoel Henrique disse:
O tempo quase sempre é sinônimo de sabedoria e experiência. Digo isso por ter participado desde a primeira Gincana de Charqueadas que intencionalmente ou não escreveu parte da história da nossa cidade e a cada nova edição vem acumulando valores imensuráveis da cultura local e universal.
Surpreendo-me ainda pela dedicação das equipes que estão sempre adiante das expectativas de quem elabora uma tarefa, dão muito mais do que pedem com criatividade e empenho sem limites, características que já fazem parte do DNA do charqueadense. Isso não tem preço, como não tem preço ver várias gerações deslocando-se dos quatro cantos da cidade, com suas cadeiras em punho para enxergar-se nos palcos inventados e consagrados por esses artistas únicos, de apresentações únicas que nunca mais esquecemos.
Sou TNC desde quando a equipe nasceu. Orgulho-me sempre disso e apesar de participar bem menos hoje, ainda vibro com a mesma intensidade, o que me permite ser critico, apesar da paixão. Difícil isso! Observei que as representações ou o que hoje chamam de show ou espetáculo estão se tornando, infelizmente, repetitivos, com exceção do Grupo de Risco, que me encantou. Pensei, enfim o “modernismo” chegou na Gincana e seus elementos corajosamente expostos para que todos possam ver e desfrutá-los, mesmo com alguns narizes torcidos querendo e insistindo que a Broadway fosse melhor que o “Oi nóis aqui traveiz” – talvez nos falte mergulhar mais profundamente no teatro, me incluo.
Quanto ao “carnaval da gincana”, cansei de reclamar…a nossa maior manifestação cultural merecia uma identidade própria e livre, toda a linguagem seria muito bem vinda e o carnaval de Charqueadas voltaria a ser em fevereiro. Alguns anos atrás ousamos também como o GR fez, utilizamos um Trio Elétrico muito animado e sem culpas, sem peso na alma, e o resultado foi o mesmo do Grupo de Risco.
Bem, agora que evoluímos e o tempo nos ensinou muito, talvez chegaremos a conclusão de que a gincana deva ser paroquial, quem sabe correremos com colheres na boca, saltando enrolados em sacos tentando pegar um leitão engraxado…ironias à parte, precisamos tomar consciência dos sinais que se apresentam e para onde este modelo irá nos levar.
'Toda neutralidade é uma cumplicidade.'
Simone de Beauvoir
"


Fotos dos desfiles de rua das equipes em 2010

João Adolfo Guerreiro
Enviado por João Adolfo Guerreiro em 26/03/2010
Alterado em 28/03/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de João Adolfo Guerreiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras