João Adolfo Guerreiro

Descobrindo a verdade/ sem medo de viver/ A liberdade de escolha/ é a fé que faz crescer.

Áudios

Canção da desafortunada
Data: 05/05/2007
Créditos:
Letra e música: João Guerreiro
Voz, violões e baixo: João Guerreiro
Vocais de apoio: Alberto André Pereira
Gravado em 2003
Charqueadas - RS
Gravação e Edição: Alberto André

Essa música eu fiz em 2003, com inspiração na realidade de algumas mulheres de meia idade com as quais convivo social e profissionalmente. A meldodia do refrão me surgiu quando fazia compras no supermercado e pensava no assunto, e o resto veio de sopetão, depois. Coloquei-a no caseiro Registro Acústico (o aúdio é amador).
Mais informações no texto "365 dias de Recanto". Com áudio.

Canção da desafortunada


O seu marido lhe traiu com uma "menina"
Saiu de casa e não quer pagar pensão
O seu filho mais velho é um drogado
Deixou pra ti o "filinho" pra cuidar
A sua filha mais nova está "prenha"
Do namoradinho "cinquentão"

Apenas eu levo paz a sua vida
Só eu lhe dou atenção
Enquanto você faz toda essa comida
Ligue a televisão

Corte cebola, chore e fale o meu nome
(Gianechini)
Corte cebola, chore e fale o meu nome
(José Mayer)
Corte cebola, chore e fale o meu nome
(Marcos Palmeira)
Corte cebola, chore e fale o meu nome
(Maurício Mattar)

O pastor lhe expulsou da sua igreja
" - Que safada, arrumou um garotão!"
O garotão lhe roubou a casa inteira
Levou a sua filha e deixou o "cinquentão"
O seu marido já voltou, arrependido
Praga: - Pra "menina" a pensão!

Apenas eu...

Corte cebola, chore e fale o meu nome
(Fábio Assumpção)
Corte cebola, chore e fale o meu nome
(Rodrigo Santoro)
Corte cebola, chore e fale o meu nome
(Tiago Lacerda)
Corte cebola, chore e fale o meu nome
(Tarcisio Meira)

solo

Apenas eu...

Corte cebola, chore e fale o meu nome
(Antônio Fagundes)
Corte cebola, chore e fale o meu nome
(Fábio Júnior)
Corte cebola, chore e fale o meu nome
(Murilo Benício)
Corte cebola, chore e fale o meu nome

----- * -----

Caros amigos do Recanto, estou escrevendo pouco, pois estou atarefado ao participar da organização do
II Sarau Literário de Charqueadas,
que acontecerá de 16 a 20 de outubro aqui
em Charqueadas, no Solar Shopping.
Quem quiser se informar sobre o evento, deixei um texto no Mural aqui do Recanto.
Ou então acessem os sites
www.charqueadas.rs.gov.br
ou
www.regiol.com.br .
Enviado por João Adolfo Guerreiro em 06/10/2006




Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras