João Adolfo Guerreiro

Descobrindo a verdade/ sem medo de viver/ A liberdade de escolha/ é a fé que faz crescer.

Meu Diário
10/05/2012 19h07
Afre - obituário na ZH e Portal de Notícias

Jornal Zero Hora - 10 de maio

Jornal Portal de Notícias - 08 de maio

 

Jorge Afre Rodrigues

O ex-vereador charqueadense Jorge Afre Rodrigues morreu na manhã de sexta-feira (4) no Hospital de Charqueadas. Nascido em Santa Vitória do Palmar, em 1949, Afre foi o quarto dos seis filhos de Gregório Rodrigues e Ema Nunes.

Militar do Exército de 1968 a 1974 na cidade de Rio Grande, onde também foi dirigente estudantil secundarista e jogador de futebol amador. Em 1974, mudou-se para Charqueadas trabalhar no setor de forjaria da Aços Finos Piratini.

Tornou-se líder sindical, exercendo a função de tesoureiro do Sindimetal de 1986 a 1989. Nesse período, foi um dos fundadores e primeiro presidente do Departamento de Metalúrgicos da CUT-RS. Em seus anos de sindicalista, ficou conhecido como "o Barbudo da Boina", atuando em apoio a movimentos de outras categorias.

Exerceu atividade comunitária como presidente do CPM da Escola Municipal Maria de Lourdes, de 1989 a 1991. Tornou-se popular no bairro em virtude de, todo Natal, vestir-se como Papai Noel e entregar presentes aos filhos dos vizinhos, inclusive realizando festas natalinas comunitárias em sua casa. Kardecista, trabalhava na Casa Espírita Irmão Luis. Participou da 1ª Mostra Literária de Charqueadas (1999) e do 1ª Sarau Literário de Charqueadas (2005). Publicou em 2002 o livreto Poesias do Coração e deixou pronto o manuscrito do romance de inspiração espírita Algemas da Razão.

A política foi a grande paixão de Afre. Tornou-se uma referência do PT em Charqueadas e na região. Concorreu a vereador em 1988 e 1992, sendo, respectivamente, 7º e 3º colocado. Em 1996, elegeu-se com a maior votação da história de Charqueadas, 751 votos (5,02% dos votos válidos), e foi reeleito em 2000. Um de seus orgulhos era que, do seu grupo de apoio de 96, vários líderes surgiram para a política local e ocuparam cargos importantes no Legislativo, Executivo e na esfera estadual. Concorreu também em 2004 e 2008, quando ficou como 1º e 2º suplente, respectivamente. Em 1998, candidatou-se a deputado estadual, obtendo 5.003 votos. Foi tesoureiro do Corede Centro Sul de 1993 a 1999 e secretário municipal de Obras entre 2005/2008. Participou ativamente de vários movimentos políticos, dentre eles a Anexação do Horto Florestal a Charqueadas e do Ato Público Contra a Privatização da Aços Finos.

Teve estreita relação política com o deputado federal Paulo Paim desde 1986, de quem foi assessor parlamentar de 1990 a 1996 e um dos coordenadores da campanha ao Senado em 2002. Presidente do PT Charqueadas de 1988 a 1993, auxiliou na estruturação do partido na Região Carbonífera.

Atualmente trabalhava como cargo em comissão na área administrativa da Penitenciária Modulada de Charqueadas, aguardando nomeação para a Secretaria de Planejamento como um dos coordenadores regionais do OP estadual.

Afre deixa a filha Aline, do seu casamento com Maria Lúcia da Rocha, os irmãos Demerval, Arlete, Marta e Cândido, sobrinhos, amigos e os apoiadores políticos, para os quais ainda é uma referência.
 

Data de publicação: 10/05/2012


Publicado por João Adolfo Guerreiro em 10/05/2012 às 19h07
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de João Adolfo Guerreiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras