João Adolfo Guerreiro
Descobrindo a verdade/ sem medo de viver/ A liberdade de escolha/ é a fé que faz crescer.
Capa Meu Diário Textos Áudios Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Meu Diário
25/06/2022 20h03
24 de junho: 54 anos

24 de junho - Ontem, logo depois que passou da meia-noite e o dia 24 chegou, a Rosilane e a Joana entraram na biblioteca, onde eu cochilava, e me acordaram com o tradicional parabéns dos Rocha Guerreiro, dado logo nos primeiros minutos do dia. A D O R E I ! A Rosilane acertou em cheio nos presentes: um livro do Leonard Nimoy, Eu Sou Spock, e uma blusa da mesma personagem de Jornada nas Estrelas, azul. Fiquei lendo até umas duas da manhã.

 

Pela manhã, após treinar no Pedrinho junto com a Joana às 07h, tomei café com a dona Eva e o seu Pedro, na casa deles, conforme planejara. Já o almoço com a Emília não deu certo: a Rosilane consultou pela manhã com a Rosângela, que pediu um teste de Covid-19 pra ela. Assim, até sair o resultado, tive de ficar em casa esperando. Às 17h busquei o resultado. Ufa, tudo legal. Fomos na Emília e comi uma lasanha com ela, o Gilmar e o Tiago. Com o atraso, não pude ir na casa da tia Dione, pelo adiantado da hora, e nem vi o Vinícius e a Luma, que só podiam participar do almoço.

 

À noite, conforme também planejara, fomos no Pedrinho eu, a Rosilane, a Joana, o Jessé e a Beatriz. Ficamos junto com a Manuela e o Artur, foi muito legal. Não estava no clima para juntamentos devido a ausência recente do pai e da mãe, então gostei muito mesmo de dividir meu aniversário por partes, com os grupos familiares. 

 

25 de junho - Hoje viemos de carro, eu e a Rosi, com a Emília e o Gilmar para Torres. Adoro Torres, foi a primeira vez que venho de carro para cá. Estamos no Farol Hotel, nós no quarto panorâmico 325 e eles no 425. Agora, estou com a mesma idade da Emília, 54 anos, até dia 18 de agosto, quando ela fará 55.

 

Saudade do pai e da mãe, mas seguindo a vida. Dia 30 de junho fará seis meses que o pai se foi, dia 6 de julho 10 meses da mãe.

Publicado por João Adolfo Guerreiro
em 25/06/2022 às 20h03
 
21/06/2022 14h52
Nove meses da Beatriz

No sábado, 18 de junho, a Beatriz (foto) fez nove meses. Joana e Jessé levaram ela na Arena Grêmio para ver Grêmio x Sampaio Correa, pela série B. Foi a primeira vez que foi na Arena e também o Artur, levado pelo meu cunhado Pedro, seu pai, e a Maria Laura, levado pelo Pablo, seu pai e sobrinho da Rosilane. Seu Pedro e dona Eva foram juntos. Não fui devido a pandemia estar alta e não querer arriscar numa excursão. Rosilane ficou comigo, cuidando de sua tia Vilma, que ficou na casa de meus sogros, Pedro e Eva. Vilma é irmã mais velha de seu Pedro.

 

Segundo Joana, Beatriz mamou no primeiro gol, chorou no segundo e cagou no terceiro - que foi anulado. Grêmio 2x0, dois de Diego Souza. Beatriz é pé quente, pois no primeiro jogo que ouviu pelo rádio, na biblioteca aqui de casa, ano passado, Grêmio ganhou do Fluminense na Arena. Agora, estreou presencialmente com vitória na Arena. Já é sócia do Grêmio.

 

 

 

 

Publicado por João Adolfo Guerreiro
em 21/06/2022 às 14h52
 
16/06/2022 14h22
- "papa"

Sentada na cama do quarto da minha filha Joana, a Beatriz, minha neta, olhou para mim e falou bem pausado "papa". Ficamos arrepiados, eu quase morri. Eram 13h45min. A dúvida é se quis falar "papai"ou "grandpa", vovô em inglês, que é como minha filha se refere a mim quando estou perto delas.

 

Publicado por João Adolfo Guerreiro
em 16/06/2022 às 14h22
 
Página 2 de 146
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 »