João Adolfo Guerreiro

Descobrindo a verdade/ sem medo de viver/ A liberdade de escolha/ é a fé que faz crescer.

Textos


Lílian Souza e Tatiana Wasum

Marco histórico na educação pública em Charqueadas

Duas estudantes de pós graduação já podem fazer parte do conhecido Calendário Histórico do professor Benedicto Veit, pois são as primeiras residentes na Região Carbonífera a defender, na cidade de Charqueadas, dissertações de mestrado. São elas Lílian Kétli de Souza, de Arroio dos Ratos, que realizou sua apresentação na sexta-feira passada, e Tatiana Vanesca Wasum, de São Jerônimo, que fará o mesmo amanhã, dia 9, às 11 horas, no IFSul.

Ambas integram a primeira turma de 24 acadêmicos do Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica, selecionada em 2017 para o IFSul câmpus Charqueadas. Lílian, que atua como psicóloga, apresentou a dissertação "Rodas de conversa na educação profissional: a construção de um espaço de diálogo para preservar vidas", um produto educativo que, em sua aplicabilidade prática, objetiva ser uma ferramenta preventiva ao comportamento suicida e ao suicídio na adolescência.

A importância do produto educativo de Lílian, para além de seu ineditismo, é a gravidade do tema na atualidade, ainda que as escolas temam tratar disso. Conforme a mestranda, o suicídio é a segunda maior causa de óbito entre adolescentes no Brasil, problema que é ainda mais agudo no Rio Grande do Sul. Basicamente, o produto de Lílian é operacionalizado mediante rodas de conversa, método que visa a coleta de dados (para identificar os fatores de risco), que acontecem em 4 momentos distintos: roda 1 - transtornos mentais; roda 2 - sexualidade; roda 3 - Cyberbullyng; e roda 4 - roda de fortalecimento. Na primeira roda de conversa, o trabalho inicial consiste em mostrar aos participantes determinadas imagens e pedir que anotem suas impressões sobre estas para, num momento posterior, debatê-las no grupo. Claro, há de se ler a dissertação para se aprofundar sobre o produto, mas em resumo, é isso. A professora orientadora foi a doutora Maria Raquel Caetano, participando também da banca examinadora as doutoras Patrícia Calixto (IFSul) e Jaira Coelho (UFRGS).

A professora jeronimense Tatiana Wasum defenderá a dissertação intitulada "O Ensino Híbrido e a sua contribuição no processo de ensino e aprendizagem e na formação docente inicial dos estudantes de uma turma de terceiro ano do Curso Normal no IEE de São Jerônimo", na qual foi orientada pelas doutoras Marta Helena Tessman e Luciana Loponte. De acordo com Tatiana, "a proposta do Ensino híbrido consiste, a grosso modo, em mesclar atividades online com atividades presenciais de aprendizagem, atividades individuais e coletivas", sendo que ela observou, em sua prática profissional, o interesse dos alunos pelas mídias digitais móveis, percebendo, então, a necessidade dos professores se adequarem a essa nova realidade escolar.

Para isso, seu produto educacional consiste num minicurso sobre o Ensino Híbrido destinado a discentes do Curso Normal, composto por cinco oficinas. Como a defesa de dissertações é pública, todos os interessados poderão assistir a apresentação de Tatiana, onde ela detalhará o seu produto que, não há como negar, está conectado com uma importante faceta da realidade histórico-social em que vivemos, a da revolução digital e as suas consequências nas diferentes esferas da sociedade humana. Farão parte da banca examinadora, além da professora Tessman, os doutores Carlos Emílio Severo (IFSul) e Camila Gonçalves do Canto (UNIPAMPA).

As defesas de dissertação da primeira turma do Mestrado do IFSul, essa instituição pública de ensino com padrão sueco de retorno dos impostos dos contribuintes, iniciaram dia 26 de abril com a mestranda Graziela Costa de Oliveira. Constitui o Mestrado um patamar de produção intelectual local único e inédito para a cidade de Charqueadas, qualificando seus recursos humanos e permitindo a interação com acadêmicos de outros municípios gaúchos, tornando-a, assim, uma referência positiva na área da Educação, ampliando sua característica de polo penitenciário e metal-mecânico. Isso, igualmente, traz benefício para toda a Região Carbonífera.

Ainda temos mais três mestrandas de nossa região na primeira turma, que apresentarão seus produtos educacionais mais adiante: a assistente administrativa Janaína Vargas Escouto, de Triunfo, e a professora e psicóloga Rosilane Rocha e a jornalista Viviane Rodrigues, moradoras de Charqueadas.
 
João Adolfo Guerreiro
Enviado por João Adolfo Guerreiro em 08/08/2019
Alterado em 08/08/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de João Adolfo Guerreiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras