João Adolfo Guerreiro

Descobrindo a verdade/ sem medo de viver/ A liberdade de escolha/ é a fé que faz crescer.

Textos


O Exterminador do Futuro

Ir ao cinema é sempre uma boa pedida para quem aprecia a “sétima arte’. Nada supera uma telona Imax em 3D  (como, por exemplo, a do Cinespaço do Bourbon Shopping Wallig, em Porto Alegre), principalmente quando vamos olhar um bom filme de ficção científica “pipoca”, com muita ação, como é o caso de O Exterminador do Futuro V - Gênesis.

Filme de grande sucesso em 1984, o primeiro O Exterminador do Futuro projetou definitivamente o diretor canadense James Cameron (Titanic, Avatar) e o ator austríaco Arnold Scharzenegger no mundo do cinema. Cameron ainda dirigiu o segundo filme da série, o igualmente ótimo O Exterminador do Futuro II: O Julgamento Final (1991), mas ficou de fora das outras seqüências. Scharzenegger só não atuou em O Exterminador IV, que é justamente o mais fraco de todos.

Nesse O Exterminador V – Gênesis, Scharzenegger volta a fazer o seu icônico personagem T-800, um andróide revestido com tecido humano, retomando em grande estilo o ritmo da saga. Dentre as novidades desta vez, estão: o seu “protegido” John Connor, líder da revolução contra as máquinas comandadas pela inteligência artificial chamada Skynet, assume um papel diferente na trama; o pai de John, Kyle Reese, reaparece, mais uma vez ao lado de sua mãe, Sarah Connor (muito bem interpretada por Emilia Clarke). Claro, como sempre, eu não vou contar nada.

Bom, como o filme já saiu de cartaz, para quem perdeu a oportunidade resta ir às locadoras. Não é a mesma coisa, mas ainda sim vale a pena. Para fãs da serie, então, é imperdível!

######
JOÃO TURBINA – João Alberto Silva de Paula, mais conhecido como João Turbina, servidor público municipal de Charqueadas, aposentou-se neste mês de agosto. Começou a trabalhar na prefeitura em março de 1983, no Departamento de Cultura (hoje secretaria), onde, cabe destacar, foi um dos criadores da gincana da cidade, da qual foi o presidente da comissão organizadora por muitos anos. Comprometido em vários níveis com as questões comunidade, foi vereador pelo PMDB de 1983 a 1988 e 1º Secretário da Mesa Diretora Constituinte Municipal, que elaborou a Lei Orgânica do Município, emancipado em 1982. Na ocasião, também presidiu a Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia, Turismo, Lazer e Comunicação Social. Em 1988, pelo mesmo partido, se reelegeu para um segundo mandato, exercido de 1989 a 1992. Um “servidor público” no sentido amplo da palavra, que demonstrou a importância destes para a sociedade, visto seu trabalho marcante e exemplar fazer parte da história de Charqueadas. Tanto que ele é a única figura pública da cidade a ter um lanche que leva o seu nome: hambúrguer João Turbina, um dos Hamburgers Gincaneiros do Paredão Burger. Uma merecida homenagem. Um grande abraço João Turbina, servidor público municipal, parabéns pela sua aposentadoria.

######
GREVE – O governador José Ivo Sartori está se superando: depois de unir as categorias profissionais que compõe a segurança pública numa manifestação com mais de 10 mil pessoas dia 08 de julho, agora foi a vez de todo funcionalismo público, representado por cerca de 40 entidades sindicais, levar mais de 30 mil servidores estaduais às ruas de Porto Alegre no dia 18 de agosto. O problema é que estavam lá protestando contra o seu governo, devido ao parcelamento de salários e ao PLC 206/15, dentre outros projetos por ele enviados à Assembléia Legislativa. Numa assembléia conjunta durante a manifestação, o funcionalismo decidiu iniciar uma greve de advertência por três dias, realizada esta semana. Mais acuado que seu governo, nesse momento, só o federal, devido às manifestações que se repetiram em todo o Brasil no último domingo.


Artigo publicado na versão impressa e na seção de Opinião online do jornal Portal de Notíciashttp://www.portaldenoticias.com.br/noticia.php?id=4089&tipo=C&editoria=15&include=NOTICIAS
João Adolfo Guerreiro
Enviado por João Adolfo Guerreiro em 29/08/2015
Alterado em 29/08/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de João Adolfo Guerreiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras