João Adolfo Guerreiro
Descobrindo a verdade/ sem medo de viver/ A liberdade de escolha/ é a fé que faz crescer.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Meu Diário
08/06/2017 10h40
Há 40 anos surgia a Igreja Universal

Em 9 de junho de 1977, no Rio de Janeiro, era fundada a Igreja Universal do Reino de Deus - IURD. Começou com a pregação do líder, o bispo Edir Macedo, num coreto na capital carioca, depois passando para a garagem de um fiel. No início, o missionário RR Soares, cunhado de Macedo (é casado com a irmã mais jovem do bispo), pertencia à igreja. Marcelo Crivella, prefeito do Rio, é seu sobrinho e membro dos primeiros tempos da IURD.

A trilogia acima mostra como Macedo conseguiu, em 40 anos, formar do zero a potência religiosa que hoje é a IURD, com milhares de pastores e obreiros, milhões de fiéis e com uma forte presença na mídica empresarial brasileira, através da Rede Record. Para quem tem curiosidade em ver como esse personagem influente da atualidade dá testemunho de si e de sua obra, é uma boa pedida. A IURD, mais do que um fenômeno religioso, é, também, interessante do ponto de vista sociológico, político e cultural. 


Publicado por João Adolfo Guerreiro em 08/06/2017 às 10h40
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de João Adolfo Guerreiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
05/06/2017 15h28
ALMOÇANDO COM OS PAIS

Ir com minha filha almoçar na casa dos meus pais, ele com 80 e ela com 73, os dois cozinhando, é uma benção. Galinha ensopada, arroz, lentilha, brócolis. Salve, vida boa!

 

Texto legal no Recanto das Letras:

http://www.recantodasletras.com.br/cronicas/6019079


Publicado por João Adolfo Guerreiro em 05/06/2017 às 15h28
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de João Adolfo Guerreiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
25/05/2017 14h17
REFLEXÃO SOBRE A VIDA

REFLEXÃO SOBRE A VIDA
Esse texto não é meu, mas resolvi compartilhar a reflexão, omitindo nomes por se tratar de uma manifestação de luto:

"Perdi junto com a minha religiosidade a visão demonizada sobre a morte. O universo é grandioso e eu me recuso - mesmo que na minha insignificância humana - a aceitar que a "Vida", grandiosa vida, dura pouquíssimos anos.
Somos mais do que isso, somos infinitos...
Hoje vejo a morte como um passo a mais, ouso na minha ignorância questionar a escuridão e profundidade desde fenômeno do qual não temos o menor conhecimento, mas como todos os que se dispuseram a pensar eu arrisco um palpite, de que a morte é apenas um novo começo, não aqui certamente, talvez não neste universo mas em outro, talvez essa vida, que conhecemos seja uma breve introdução da nossa bela e infinita redação, a qual é tão assustadoramente grandiosa que criamos deuses e estórias para tentarmos contê-la dentro da nossa mente. 
A pior parte da morte é que mesmo acreditando que ela seja um novo começo, aqui e agora ela tem cor, cheiro e gosto de fim.
Não tenho fotos recentes com a minha avó e admito que a vi pouquíssimas vezes nos últimos anos, assim como meus tios e porque não dizer meus pais, a parte boa desta vida é que mesmo nos momentos mais difíceis ela nos ensina uma valiosa lição, e o que eu posso dizer é: Família foi e é, o mais importante conceito que a raça humana desenvolveu, junto com a amizade.
Às vezes é preciso parar a correria da nossa mente para acompanharmos aqueles que estão próximos porém devagar, quase parando...
Não vou dizer adeus pra ela, Dna XX, minha avó a qual tenho uma irmã com o mesmo nome, mas um até logo e que tenha paz neste novo ambiente, nos veremos, acredito veementemente nisto".
J Kappel
#Família
#Paz


Publicado por João Adolfo Guerreiro em 25/05/2017 às 14h17
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de João Adolfo Guerreiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
25/05/2017 14h14
TEMER E AS FORÇAS ARMADAS


Não havia o que justificasse a convocação das Forças Armadas no dia 24 de maio, durante o ato contra as reformas liberais nas áreas trabalhista e previdenciária. A PM de Brasília e a Força Nacional eram e foram suficientes para o que quer que estivesse acontecendo, como os fatos comprovaram.
Temer apequenou-se mais ainda no cargo, tanto que passa a rastejar de impopularidade no mesmo, e maculou a biografia de PMDB e PSDB, partidos oriundos do MDB dos tempos da Ditadura Militar, e o PPS, oriundo do PCB. 
A luta contra as reformas, agora, torna-se uma simbólica luta pela democracia, pelo direito das pessoas protestarem. E o recado, do que o que Temer representa (os grandes empresários), parece ser: usaremos a força para aprovar as reformas liberais, mesmo que a maior parte da população seja contra, conforme as pesquisas de opinião atestam. É uma conclusão possível.
MEU REPÚDIO, como cidadão eleitor, contribuinte e democrata convicto.


Publicado por João Adolfo Guerreiro em 25/05/2017 às 14h14
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de João Adolfo Guerreiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
24/05/2017 20h57
EM PORTO ALEGRE, APOIANDO OS QUE FORAM A BRASÍLIA

Participando de ato contra as reformas trabalhista e previdenciária, em Porto Alegre, na Esquina Democrática, conectados com os que foram a Brasília participar do Ocupa Brasília. Dia 24 de maio de 2017, mais um dia de luta pelos direitos dos assalariados públicos e privados, dia de estar junto com pessoas como Odair, Margarete, Luci, Adriana (foto acima), Rosângela, Bruno, Antônio, Edgar e Sílvia.


Publicado por João Adolfo Guerreiro em 24/05/2017 às 20h57
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de João Adolfo Guerreiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Página 4 de 100 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]