Áudios

Lutz Luz
Data: 14/05/2007
Créditos:
Letra e música - Alberto André Pereira
Alberto André - Voz e violão
Luciano Souza - Teclado, sintetizador
Sílvia Helena - Vocais
Ricardo Sieben - Violino
Gravado em 1998
CD Outros Tempos
Coqueiros Records Digital
Publicação autorizada pelo autor.
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de João Adolfo Guerreiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Foto: José Lutzenberger (veja texto abaixo da letra da música)

Lutzenberger, o ambientalista


Estou publicando a letra e o áudio dessa música de autoria do cantor e compositor charqueadense Alberto André Pereira para marcar a data do quinto ano da morte do ambientalista gaúcho José Lutzenberger.
O Alberto esteve no Rincão Gaia (situado a 120 KM de Porto alegre, no município gaúcho de Pantano Grande) em junho de 1994, passando lá uma tarde com o ecologista e entregando-lhe o LP Intimo, de 1990, onde esta música está gravada.
A versão que coloco aqui é do CD Outros Tempos, de 1998.
Ontem mesmo vi na TVE um documentário sobre a vida e o pensamento de Lutzenberger. O trabalho dele jogou uma luz sobre a situação atual de nosso planeta. É uma luz que vem lúcida do passado, de uma história de vida.


LUTZ
LUZ
Alberto André Pereira

Lutz, luz da natureza
Não só pela beleza
Tampouco pela poesia
Muito pela vida

Mas por saber
Que as queimadas
São os sinais da extinção

Índios, brasileiros, à luta
Esboçam a reação do grito aflito
" - Não, não devastemos as matas,
a harmonia caminha junto a nós"

Lutz, luz da natureza
Não só pela beleza
Tampouco pela poesia

Sobrevivem no pantanal
As aves, a flora
Os lagos e os seus jacarés
No sul sobre os bancos de areia
Lutz passeia, com a certeza fatal
Que caminhamos para o fundo escuro
O abismo do fim do futuro


----- * -----

A obra Sinfonia Inacabada, da jornalista e escritora Lilian Dreyer, publicada com apoio da Lei de Incentivo do Ministério da Cultura, descreve a trajetória do agrônomo gaúcho que, aos 44 anos, abandonou seu trabalho na indústria química e iniciou uma jornada que o transformou em um dos grandes nomes do ambientalismo internacional.

José Lutzenberger, falecido em 2002, chegou a ser nominado pela imprensa nacional e estrangeira como “pai do ambientalismo brasileiro” ao receber no Parlamento Sueco, em 1988, o Livelihood Award, o Prêmio Nobel Alternativo. Como secretário de Meio Ambiente brasileiro, entre 1990 e 1992, propôs que, a partir de um zoneamento do território nacional, fossem gerados planos de desenvolvimento regionais dentro de critérios ecológicos.

Sinfonia Inacabada originalmente deveria ser um livro de memórias. Mas, em vista da saída de cena do protagonista antes da conclusão de seus depoimentos, transformou-se em biografia autorizada. Um trabalho de pesquisa abrangente permitiu a reconstrução da trajetória do ecologista. Personalidades do ambientalismo, políticos de variadas tendências, familiares, colaboradores e personagens de destaque público, do escritor Fritjof Capra ao ex-presdiente Fernando Collor, contribuiram com entrevistas e depoimentos. A biografia transformou-se assim não só em abordagem multifocal do ambientalismo como em contribuição ao esclarecimento da história recente do Brasil. Estão presentes todos os temas que se colocam hoje na berlinda do ambientalismo nacional e mundial, captados e elaborados por um homem intensamente preparado.

A autora da biografia resume o conteúdo da obra:

“Como ecologista, a maior preocupação de José Lutzenberger não era o futuro do planeta Terra, mas a sobrevivência da espécie humana. Como ministro, sua grande proposta era trocar a dívida brasileira por projetos de desenvolvimento regional orientados por critérios ecológicos. Como ser humano, sua trajetória foi um romance”.
(Texto: site da Fundação Gaia)


----- * -----

Acesse:
Endereço da Fundação Gaia:
http://www.fgaia.org.br/index.html#indice
Aqui você encontrará informações e fotos sobre a vida e o trabalho de José Lutzenberger.
Enviado por João Adolfo Guerreiro em 14/05/2007

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de João Adolfo Guerreiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr